Zíper

Eduardo Baqueiro

 

Não abra este zíper...

Amor, você quer me provocar?

Pois saiba que não precisa fazer nada,

Só Tua presença já é o suficiente

para deixar meu corpo vibrando por você!

Não abra mais este zíper, pare onde está...

Deixe minha boca encostar na tua calcinha

E, com o dente, eu acabo

o trabalho que você começou...

Ao mesmo tempo, quero sentir teu cheiro

Embriagar-me de você, ainda mais...

Minha língua, atrevida, fará o resto

Sentindo o gosto de seu líquido....

Num momento sublime,

quero ouvir teus gemidos

Minhas mãos percorrerem este corpo atrevido,

Que não se cansa de me provocar!

Não abra mais este zíper, minha pequena!

Deixe-me terminar o trabalho que

você começou...

Deixe minha língua caminhar por teu corpo

Descobrir novos caminhos, novas sensações....

Deixe-me olhar nos teus olhos

Enquanto permaneço dentro de você....

Quero ver tua cara de safada

Pedindo para não parar

Levar você para as nuvens

Fazê-la gozar até que este tesão

que sentes por mim acabe...

Pare com este zíper, menina safada!

Vem para meus braços e deixe-me

terminar o desejo que começou em você...