TEU HOMEM

Eduardo Baqueiro

 

Às vezes me sinto cansado

da luta do dia a dia

Você dá sentido à minha vida!

Se perco a paciência,

Você se cala e espera que eu me acalme

E mesmo assim, em silêncio,

você parece me entender...

Serei sempre teu homem, teu menino

Agora e  sempre

Algumas vezes em que eu te abraço

Sinto que estou abraçando um tesouro

Que Deus mandou para mim!

Sempre tentarei te mostrar

De todas as formas que puder e souber

Que gosto de ser teu homem

E que tenho certeza de que nunca

ficarei sozinho...

Até o dia em que o oceano

não mais tocar a areia

Quero ser teu homem, seu amante

Seu menino...