Sonhos de mulher

Eduardo Baqueiro

Na calada da noite

Acalentado pelos ventos do mar,

Dentro de teu quarto

Onde guardas segredos teus,

Onde sonhas com teu príncipe

Que já não é mais encantado...

Tornou-se agora maduro

E o amor então mais seguro...

Dos seus anos já passaram quase 30

Mas os sonhos de criança ficaram guardados

na caixinha de surpresa que guardas

dentro do peito,

E eu me tornei teu príncipe

na esperança de teus sonhos realizar

Em teu coração para sempre reinar...

Na calada da noite

acalentados pelos ventos de teu mar...

Mulher que ainda tem muito

da criança faceira

Que teima em comigo sonhar

Somente a mim amar

Como se fosse a última coisa a realizar!

Teus fantasmas hei de espantar

Se preciso coragem hei de te dar

Para um dia com tuas duvidas acabar

E sem medo, sem receio, te ensinar

Que meu amor é tão grande quanto o seu,

infinitamente...