Hoje
Eduardo Baqueiro
 
 
 
Hoje senti tua falta...
Mais do que nunca desejei você
Hoje eu queria te amar intensamente
Queria ser teu menino travesso
Bagunçar teu coração
Agitar teu corpo de tesão
Hoje eu queria nada não
Além de teu corpo dentro do meu
Agitar tuas entranhas mais profundas
Morrer de amor em teus braços
Hoje teria que ser um dia especial
O sol nascendo no céu limpo
Com a brisa do mar em nossos rostos
Uma cabana simples à beira do mar
Mais ninguém no mundo
Somente eu e você
Ha minha querida!...
Hoje eu queria sim...
Matar esta vontade que rasga meu peito...
Matar esta fome que sinto de teu corpo...
Matar esta saudade que judia tanto de mim...
Hoje eu queria estar numa ilha deserta...
Somente eu e você e o mar como cúmplice...
Minha boca sedenta de teus beijos falaria...
Falaria que o amor que sinto por ti
ultrapassa barreiras impossíveis...
Meus olhos te diriam que você
é minha menina...
Meus beijos te mostrariam o calor
que sente meu coração
toda vez que penso em você
Hoje eu queria nada não
Queria somente você ao meu lado
Queria te amar como nunca te amei
Queria que o tempo parasse
e esperasse que nossas ânsias
se acalmassem...
Que tivéssemos tempo suficiente
para sentirmos um ao outro
Tempo suficiente para mim
e para você