Singular
Eduardo Baqueiro
 
Porque choras menina?
Pelo amor perdido? Pelo momento que passou?
Pelo beijo que ficou na saudade?
Pelo tempo perdido? Pelo amigo esquecido?
Porque choras menina?
Já olhaste o céu azul no horizonte
e deslumbraste o milagre desta beleza?
Prestou atenção ao menino que não deixa
de pensar em você?
Ou contou algumas estrelas que o
 firmamento te permite notar?
Porque choras menina?
Não conheces a vida como eu
e mesmo assim sofres.
Do amor perdido outros virão
e deste tu esquecerás.
Então verás que as lágrimas não precisavam
rolar em tuas faces.
Do momento que passou outros virão,
alguns piores, outros melhores
Do beijo perdido muitas outras bocas desejarão o teu beijo.
Do tempo perdido restarão as experiências,
as lembranças e as saudades.
Do amigo esquecido basta uma palavra de desculpas,
um abraço e um beijo e aí tudo estará bem novamente.
Porque choras menina?
És tão linda quando estás sorrindo!
Este teu sorriso charmoso que me contagia tanto
Deixe as tristezas do lado
e sinta a vida que há em teu peito.
Sinta o perfume das rosas te convidando para sorrir.
Não chore mais, nada deve tirar tua harmonia,
nem teu sorriso.
Sorria e deixe a vida te levar como um barquinho
ao sabor dos ventos.
Sorria e seja feliz.