SEU MENINO
Eduardo Baqueiro
 
 

Sou um menino perdido na imensidão de teu corpo...
Teu cheiro inebriante me desnorteia
e tira minha atenção
Por isso jamais vou decorar tuas curvas...
 
Enlouqueço no emaranhado dos teus abraços
Sou um lobo selvagem à procura de satisfação
Teu corpo me alimenta e sustenta a paixão...
 
Meu tesão explode dentro de meu peito
Perco a razão ao sentir tua presença ausente
Fecho meus olhos e me transporto para tua cama...
 
Neste momento sou um vulcão em chamas, derretendo...
Meu desejo domina minh'alma e eu te quero
Te quero safada e vadia, como só você sabe ser...
 
Toco teu corpo ainda de menina na flor da idade
Tua pele macia e clara, provocante, me alucina
Meu ritmo acelera, perco a razão,
sou um bicho então...
 
Gozo dentro de teu corpo
deixando meu fogo lento apagar
Querendo este momento perpetuar
Inventando um jeito de outras maneiras te amar...