E O RIO SECOU...

Eduardo Baqueiro

 

Quando era criança morava perto de um rio

E dele guardei lindas lembranças...

Ele participou de boa parte de minha vida

Talvez a melhor de todas.

Minhas maiores lições

eu recebi naquele tempo...

Aprendi a pescar nas suas águas mansas,

Foi ali que aprendi a nadar...

As brincadeiras mais gostosas

Como pular do alto de uma árvore,

Apostar quem atravessaria suas águas

mais depressa...

As molecagens, as brincadeiras...

Quanta saudade aquelas águas levaram!

Mas o rio secou...

Deixou de ser portador da vida!

Meu coração está de luto

Chorando de saudades do rio que sumiu!

Deixou mais saudades

de um tempo que não volta mais...

Sumiu com meus sonhos de criança!

Os pássaros também se foram...

Agora nem peixes, nem pássaros,

só saudades...