Saudades Juvenis
Eduardo Baqueiro


Houve um tempo em nossa vida
que tudo parecia mágica...
Um tempo de descobertas e surpresas!
O primeiro amor que estreou
nosso coração,
A amizade sincera e gostosa...
Não havia maldade em nós,
A esperança era nossa bandeira
Tínhamos a certeza que nossos sonhos
seriam, um dia, realidade.
Tudo era mágico,
a palavra dita na hora certa,
Até o cheiro das flores era diferente,
Aquele olhar gostoso e apaixonado...
O mundo lá fora tinha seus problemas
Mas vivíamos em outra dimensão.
Os outros homens  eram tolos
Lutavam por motivos fúteis
Esqueciam-se do amor, da fraternidade...
Que saudades daqueles tempos
que já não voltam mais!
Tivemos que deixar a infância para trás
E entramos neste mundo cruel...
Nossos sonhos viraram fumaça,
Os amigos seguiram seus caminhos,
Os amor se transformou em lembrança,
A realidade chegou plantando
sua ditadura...
Nossos heróis morreram ou envelheceram
Junto com eles morreram nossos tempos...
Nasceu, em seu lugar, esta saudade danada:
Saudades de um tempo onde éramos felizes
E não sabíamos!