Proposta

Eduardo Baqueiro

            

Mulher nova e amada!

Malícia ao teu redor...

Sinto teu cheiro de fêmea,

Que me embriaga e me desnorteia.

 

Meu peito dói em saber que existes!

Desejo-te antes, durante e depois,

Com a mesma intensidade,

Com o mesmo amor.

 

Mas sempre foges de mim...

São os compromissos, tua vida...

Vida que não me pertence,

Apenas algumas migalhas, somente!

 

Estamos nos enganando...

Enganando o coração, sofrendo!

Talvez alguma esperança,

Ainda teima em arder na alma.

 

Então eu te proponho me esquecer

Deixar-me só, com minhas ilusões

Quem sabe talvez eu te esqueça e

Volte a ter a minha paz?

 

Mas não desejaria que fosse assim....

Insuportável seria  vê-la dizendo adeus.

Sentiria falta do teu cheiro, de você...

Sentiria eternamente tua falta,

Que já é falta,

só de perceber a possibilidade de ser....