Minha Professora

Eduardo Baqueiro





Este poema eu fiz pra você,

Sei que não gosta de garotos....

Sei que é fã daquele carinha da net,

O tal de Edu,

que sabe encantá-la com seu poemas.

Que raiva eu tenho deste cara!

Apenas com algumas palavras

te faz apaixonada...

Talvez não seja raiva não,

acho que é ciúme...

Eu também sei escrever versinhos para você,

Eu também sei sentir

o que o seu poeta sente....

Escuta o meu coração como escuta o dele!

Minha professora...

Sou um apaixonado por você...

Eu sei que muitos garotos de minha idade, 

Passam horas pensando em você...

sonhando...

Eu também passo, confesso!

Teu corpo é uma escultura...

Teu bumbum todo torneadinho...

Estas coxas grossas e durinhas...

Ai meu Deus,

quantas vezes eu sonhei estar

tocando você bem de perto!

Quando você vai ao quadro escrever...

Você se movimenta de um tal jeito

que a gente fica até sem fôlego.

Meu coração mexe

no ritmo se seu bumbum...

Ah professora! 

Como este seu corpo judia de mim!

Nossa!

Eu estou apaixonado por você...

Mas eu sei que ainda sou um garoto,

E vejo em seus olhos

que só gosta de homens maduros...

A mim resta apenas sonhar

com minha professora, 

com este corpinho que me enlouquece

Ah meu Deus!

Por que eu não nasci antes?

Talvez eu pudesse, com meus poemas, 

seu coração roubar...

E fazê-la sonhar mais alto que seu poeta...