PRIMEIRA VEZ

Eduardo Baqueiro

 

 

Na primeira noite foi apenas um olhar

Um simples olhar, nada mais

Mas teu rosto, o sorriso dos teus olhos

ficaram guardados dentro de mim...

 

Na segunda vez, um olhar

e um sorriso de satisfação

Uma surpresa gostosa ficou estampada

No meu rosto e no teu rosto também....

 

Na terceira vez, um olhar

e um sorriso não foram suficientes...

nos aproximamos, meio tímidos

poucas palavras pronunciadas...

 

Desta vez ficou estabelecido o próximo encontro

Um lugar especial para você: sua praia...

Cheguei cedo para não perder a hora

E fiquei ali contemplando as ondas do mar.

 

Sonhei acordado com teu sorriso,

Tua voz rouca e doce

ainda soava em meus ouvidos...

Senti medo de nunca mais vê-la...

 

Até que a mesma voz me acordou...

Era você que se aconchegava ao meu lado,

Contando detalhes de sua vida

Como se fôssemos velhos amigos...

 

Foi uma tarde especial para mim

Parecíamos duas crianças

construindo castelos de areia

para depois deixarmos as ondas carregarem...

 

A tarde já virava noite e meu coração estava triste.

Nosso tempo correu como raio...

Toquei teu rosto desejando ficar ali mais um pouco

Até que um beijo aconteceu...

 

As ondas do mar como testemunhas

De um novo amor que nascia...

Na despedida, uma promessa

De um novo reencontro!