Minh'ALMA

Eduardo Baqueiro

 

 

 

Procurei minh’alma gêmea em todos os cantos!  Na procura conheci outras almas. Nenhuma com afinidades com minh' alma. Mas todas deixaram em pouco de amor. Algumas me amaram, outras eu amei

 

Mas nunca me sentia feliz. Algo faltava em minha vida; era minh' alma gêmea, eu sabia... Mas não sabia onde procurar. Não sabia como deveria ser minh' alma.

 

Procurei por todos os cantos. Cada vila, cada cidade e não encontrei. Perguntei ao mar onde ela estava, o mar não me respondeu. Pedi ao vento para me ajudar, o vento disse que somente o lago me ajudaria.

 

Perguntei ao lago, mas este nada disse, mas ao olhar para baixo eu encontrei minh' alma. Vi meu reflexo e compreendi que não mais precisava procurar

 

Minh' alma estava dentro de mim, fazia parte de mim, era meu lado bom. Meu lado que vive escondido, com medo. Compreendi, naquele momento, que bastaria escutar este meu lado para que ele deixasse de ser apenas um reflexo. Somente assim eu seria feliz...