Menina Levada
Veronika
 
 
 
Sou mulher de quarenta, com a libido aflorada.
na hora do amor sou menina safada,
Gosto de lobo mau, nas noites de luar.
também de sentar  naquele banquinho
para fazer amor selvagem.
Atiço seu tesão, pra te ver delirar. 
Então mostro a calcinha só pra  te provocar,
E como  menina  levada
 todos  teus desejos  vou  realizar.
Vou te chamar de meu homem,
e na tua cama  me deitar.
Tenho sede de ser devorada,
lambida, mordida e ser possuída.
Sou dengosa e faceira,
e para chamar sua atenção
 costumo gemer e chorar.
Me lambuza de mel, e vem me provar.
quero  tua língua a me saborear,
sentir mais uma vez, você me penetrar,
Me faz implorar, pra você não parar.
Desliza tuas mãos  em meu corpo moreno,
e vamos  brincar...
Me leve ao céu, me fazendo gozar,
então explode  dentro de mim,
num delírio sem fim....
Meu homem gostoso, me envolve em teus braços,
te quero assim!