Convite

Eduardo Baqueiro
 
 
Bom dia meu amor...
Acorda! vem ver sua gata!
Hoje ela está mais manhosa e dengosa,
Cheia de vontade de você!
Acorda, amor, mesmo que ainda  seja cedo...
Vem ver sua gata do jeito que você gosta:
Sem roupa, com desejos secretos
Com uma fome danada de teu corpo...
Vem, amor, passa sua língua nos meus seios
Me deixa ainda mais louquinha por você...
Sua gata está no cio, toda molhadinha
 e quer seus carinhos
Vem, meu menino,
Vem fazer do jeito que você sabe,
Mata este meu desejo de quero mais...
Deixa-me de quatro,
Me encoste contra a parede
Satisfaça todos meus desejos...
Deixa tua gata cansada e satisfeita
Quero sentir teu corpo colado ao meu
Sentir você dentro de mim
Ouvir tua respiração desordenada
O suor correndo por teu rosto
Apressado para chegar a lugar nenhum...
Deixa-me passar minhas mãos em teu corpo
Sentir cada músculo, cada contração...
Vem, meu menino,
Mata minha sede de teu sexo
Sede de teu corpo
De teu cheiro
Da sua gata safada...