Bolo de Chocolate

Eduardo Baqueiro

 

Bolo de Chocolate com muito creme

Olho para seus olhos e neles vejo malícia

Bolo de chocolate, entre mim e você...

Tiro minha roupa e espero para ver

 

Com meu dedo passo sobre o creme

e faço um X em seu rosto

E com seu dedo sobre o creme

Me faz um círculo sobre o peito

 

Deu-se início a nossa guerra

Agora já não é o dedo

É a mão que está suja de creme

Que passa pelo meu corpo nu

 

Passo minha língua em seu pescoço

Todo sujo de creme de chocolate

E escuto um gemer de querer

Sinto o gosto da pele com chocolate

 

Sinto tua língua em meu corpo

De tanta tesão perco a razão

Já não sei quem sou

Mas agora você me pertence

 

Já não é mais bolo de chocolate

É apenas esse tesão

Que sempre senti por você

Que hoje se realiza com creme de chocolate